quatro_passos_gestao_empresas_familiares

Uma empresa familiar, assim como qualquer outra empresa, precisa constantemente de atualização, boas práticas de gestão e manter viva a chama que fez a empresa nascer.

É muito fácil uma boa ideia ou anos de trabalho serem desperdiçados por falta de conhecimento de temas básicos de gestão. Por esse motivo, Eduardo Valério, diretor-presidente da JValério, empresa associada à Fundação Dom Cabral, separou quatro dicas que uma empresa familiar precisa saber não apenas para uma boa gestão, mas também para poder evitar dificuldades e, até mesmo, a mortalidade de toda a empresa.

1 - Divida o tempo entre família e empresa, mas divida mesmo.

"Entender o seu papel de gestor na empresa é fundamental. Não há espaço na gestão da empresa para 'exceções' familiares, ou assuntos particulares durante o horário de trabalho. É importante ter tempo para as duas situações."

2 - Seja profissional no escritório, esteja por dentro de tudo que acontece, e respeite sempre a hierarquia.

"Em toda e qualquer empresa deve haver o profissionalismo. Todo gestor deve dedicar-se ao máximo para desempenhar o seu papel e gerar valor para o negócio, seja familiar ou não."

3 - Busque sempre ajuda especializada para a sua empresa, por mais anos de "estrada" que ela tenha.

"Recomendo o auxílio de profissionais especializados para contribuir no processo de gestão e sucessão da empresa familiar. Focar na especialidade da empresa e deixar que outros profissionais cuidem daquilo que não lhe é familiar."

4 - Cuide do futuro e da continuidade.

"É importante a transmissão para as futuras gerações do legado de valores e princípios fundamentais da empresa, assim como estruturar todo o processo de sucessão."

Além dessas quatro dicas, Eduardo Valério explica que existem muitos outros aspectos que fazem parte da cartilha de qualidade para uma empresa familiar. "É preciso saber diferenciar ser proprietário e ser gestor. Como proprietário, é preciso entender o que é melhor para a empresa. Também é fundamental saber quais as diferenças destes dois importantes papéis e saber separar questões familiares das questões empresariais", afirma Eduardo Valério.

Fonte: JValério – 22/07/2015
http://www.jvalerio.com.br/blog/quatro-passos-de-gestao-que-todas-as-empresas-familiares-precisam-saber-e-fazer/